Morre rapaz que deixou hospital com ficha médica trocada

Foi enterrado ontem o motoqueiro Kléber Augusto Mariano Moreira, de 18 anos, no cemitério Memorial Park, no Embu, na Grande São Paulo. O rapaz, que tinha recebido alta do Hospital do Campo Limpo às 14h30 de sexta-feira, após sofrer um acidente de moto, morreu em casa, às 5h30 de sábado, vítima de embolia pulmonar.

Agência Estado |

Depois da morte, familiares se revoltaram ao perceber que as informações médicas de Kléber não estavam no envelope entregue pelo hospital à família. Dentro dele, havia a ficha de outro paciente, Wilson Alves da Silva.

“Para mim, houve negligência. Troca de prontuários. Pensamos em processar o hospital”, disse Antônio Carlos de Oliveira Marques, tio do jovem morto. A reportagem do Jornal da Tarde conversou por celular com Wilson Alves da Silva, de 23 anos, auxiliar de limpeza, que também sofreu um acidente de moto e está internado no hospital. “Soube hoje (ontem) que o Kléber saiu do hospital com uma ficha minha. Fiquei assustado e preocupado com meu tratamento, mas já me garantiram, aqui, que não houve troca de medicamentos. Comigo está tudo bem.”

Silva ainda vai passar por uma cirurgia plástica na perna direita. “Eu conheci o Kléber aqui. Aliás, na sexta-feira, antes de ir embora, ele me deu ‘tchau’ e me desejou sorte. Não consigo acreditar que ele tenha morrido”, lamentou Silva. Ontem, Marques, tio de Kléber, foi ao Hospital do Campo Limpo para conversar com os diretores da instituição. “Eles marcaram comigo, mas não vieram. Foi um desrespeito. Trocaram o prontuário dos pacientes. Eles acham que a gente é o quê?”

Em nota oficial divulgada no sábado, a direção do hospital negou que tenha havido troca de prontuários. Ainda segundo o hospital, todo o ocorrido será apurado e as providências serão tomadas. A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde garante que os documentos de Wilson Alves (que estavam no envelope dado à família de Kléber), fotografados pela reportagem, não constituem um prontuário médico - relatório este que, segundo o órgão, não teria saído do hospital. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG