Morre o ex-senador amazonense Gilberto Mestrinho

O ex-senador amazonense Gilberto Mestrinho, 81 anos, morreu às 9h10 deste domingo, no Hospital Prontocord, em Manaus. Mestrinho estava internado há mais de duas semanas por conta de uma infecção nos rins.

Agência Estado |

O boletim oficial com a causa da morte ainda não foi divulgado. Ele teve uma parada cardíaca por volta de 8h. A equipe médica tentou reanimá-lo, mas ele não resistiu.

AE

Mestrinho tinha 81 anos

Mestrinho começou a carreira política na década de 1950 como prefeito de Manaus, numa época em que os chefes do Executivo Municipal eram escolhidos pelos governadores. Exerceu o mandato de prefeito, foi três vezes governador do Amazonas e senador por uma legislatura, que terminou em 2007.

Em princípio, a internação se deu por causa da infecção nos rins. Nos 17 dias que ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Prontocord, ele teve complicações nos pulmões e não melhorou o suficiente para receber alta. O ex-governador lutava contra um câncer de pulmão. O filho dele, João Thomé Mestrinho, que vinha acompanhando passo a passo o estado do pai, havia divulgado que os médicos ainda chegaram a dar uma previsão de alta, há duas semanas.

Na última sexta-feira, a enfermeira e assessora Ivaneide Ramos, divulgou um boletim médico apontando uma "progressiva melhora, mas sem previsão de alta". De acordo com esse boletim, o ex-senador estava consciente, lúcido e respondendo bem aos medicamentos. O velório deve acontecer no Palácio Rio Negro, no Centro da capital.

Leia mais sobre Amazonas

    Leia tudo sobre: mortesenadosenadores

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG