Morre o escritor David Foster Wallace

SAN FRANCISCO (Reuters) - O escritor norte-americano David Foster Wallace, de 46 anos, mais conhecido pela novela Infinite Jest, de 1996, aclamada pela crítica, foi encontrado morto em sua casa em Claremont, na Califórina, informou a polícia. O Departamento de Polícia de Claremont disse que a mulher de Wallace telefonou na sexta-feira à noite e afirmou que ao voltar para casa constatou que o marido havia se enforcado.

Reuters |

Wallace ensinava redação criativa no Pomona College e ganhou reputação nacional com 'Infinite Jest', classificado pela revista Time como uma das 100 melhores obras em inglês publicadas desde 1923.

O livro tem mais de mil páginas e a história se passa em um centro de reabilitação de dependentes de drogas e em uma academia de elite de tênis. Foi aclamado pela Time por seu 'diálogo engraçado e doloroso e as infinitas e ricas reflexões e especulações de Wallace sobre vício, entretenimento, arte, vida e, claro, tênis'.

As outras obras de Wallace incluem a coleção de contos 'Girl With Curious Hair' e 'Brief Interviews with Hideous Men', além da coleção de ensaios 'A Supposedly Fun Thing I'll Never Do Again'.

Os dirigentes do Pomona College não foram localizados pela Reuters para comentar a morte.

(Reportagem de Anupreeta Das)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG