Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Morre no Rio vereador baleado com três tiros na cabeça

RIO DE JANEIRO - O vereador carioca Alberto Salles (PSC) morreu no início da tarde desta terça-feira, por volta das 12h20, no Hospital Municipal Lourenço Jorge. O parlamentar foi atingido por três tiros na cabeça, disparados por ocupantes de um veículo de passeio, pela manhã, na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Redação com agências |

Acordo Ortográfico

A polícia ainda não tem informações sobre os possíveis autores do crime, mas acredita que o parlamentar tenha sido vítima de um atentado.

O vereador, durante o período eleitoral, havia anunciado ter recebido ameaças de traficantes ao fazer campanha

Divulgação

Salles foi atingido por três tiros na cabeça

eleitoral na Favela Mundial. A polícia não sabe ainda se há ligação entre o crime e as eleições.

Salles estava em seu veículo oficial, com o motorista José Natalino da Silva, quando foi interceptado por ocupantes de um outro carro. O motorista também foi atingido por um tiro e levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, mas não precisou ser operado.

Segundo informações da unidade, os médicos constataram que nenhum órgão de Silva foi perfurado com o tiro e a bala não ficou alojada em seu corpo.

Salles estava no segundo mandato e não se reelegeu. Ele obteve 8.126 votos na última eleição. O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca).

Leia mais sobre: violência

Leia tudo sobre: morteriosallestirovereadorviolência

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG