Morre mulher mantida refém pelo marido em Guarulhos

SÃO PAULO - A mulher que estava sendo mantida refém pelo marido desde as 9h desta sexta-feira em Guarulhos, na Grande São Paulo, morreu. Segundo a polícia, ele havia atirado nela antes de aprisioná-la em um apartamento, no bairro do Bom Clima. José Luiz Milani, de aproximadamente 56 anos, se entregou à polícia por volta das 16h45 e foi encaminhado ao 6º Distrito Policial, onde a ocorrência está sendo registrada.

Redação com Agência Estado |

AE
Policiais em frente à casa onde mulher é mantida refém em Guarulhos

Policiais em frente à casa onde mulher foi mantida refém em Guarulhos

Por volta das 13h, Milani havia telefonado para a polícia e confessado ter baleado a mulher. Os agentes chegaram a avistar, pela janela, a refém caída no banheiro, sem movimentos, mas ainda não tinham confirmado a morte dela.  

Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) participaram da negociação. Milani morava com a mulher e as duas filhas, de 15 e 9 anos, que fugiram do apartamento após o tiro, segundo informações da Polícia Militar. Ele estaria desempregado há cinco anos.  

Leia também:

Leia mais sobre: reféns

    Leia tudo sobre: baleadabaleadobaleadosguarulhosseqüestradorseqüestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG