Morreu aos 90 anos a atriz americana Jennifer Jones, premiada com um Oscar, em 1943, por seu papel no filme da Twentieth Century Fox, The song of Bernardette, A Canção de Bernadette, anunciou sua porta-voz em Los Angeles, Leslie C. Denk.

AP
Jennifer Jones em cena de Bernadette
Jennifer Jones como Bernadette
Entre os filmes que marcaram época, interpretados por Jennifer Jones estão Suplício de uma Saudade - Love is a many-splendored Thing, de 1955, e Suave é a Noite, Tender is the Night, de 1962

Uma das mais queridas atrizes das décadas de 40 e 50, atuou ao lado de Gregory Peck, Humphrey Bogart, Rock Hudson e Laurence Olivier.

Casou-se três vezes, uma delas com David O. Selznick, produtor do célebre "O Vento Levou" e com o empresário Norton Simon, cuja coleção de arte converteu-se em base para o Museu Norton Simon de Pasadena.

Nascida em Oklahoma, Jennifer Jones ou Phylis Lee Isley - seu nome de batismo - chegou a Hollywood em 1939.

Além do Oscar recebido por sua atuação em "A Canção de Bernadette", Jennifer Jones, em sua vitoriosa carreira, foi ainda indicada a outras estatuetas; como atriz coadjuvante, por seu desempenho em "Apenas um Coração Solitário"; como atriz principal, pela atuação em "Um Amor a Cada Vida", de 1945; e ainda pela atuação em "Duelo ao Sol", de 1946, quando a vencedora foi Olivia de Havilland por seu trabalho em "Só Resta uma Lágrima"; e, finalmente, por sua atuação em "Suplício de uma Saudade", de 1955, quando perdeu a estatueta para Anna Magnani por seu desempenho em "A Rosa Tatuada".

Ao todo, teve três filhos: dois do primeiro casamento, Robert Walker Jr. e Michael e, do segundo casamento, Mary Jennifer.

Filmografia de Jennifer Jones:

Adeus às armas, A farewell to Arms, 1957

A Canção de Bernadette, The song of Bernadette, 1943

Desde que partiste, Since you went away, 1944

Duelo ao sol, Duel in the sun, 1946

A Fúria do desejo, Ruby Gentry, 1952

O Homem de terno cinzento, The man in the gray flannel suit, 1956

Perdição por amor, Carrie, 1952

Quando a mulher erra, Stazione Termini, 1953

A Sedutora Madame Bovary, Madame Bovary, 1949

Suave é a noite, Tender is the night, 1962

Suplício de uma saudade, Love is a many-splendored thing, 1955

Leia mais sobre Cinema

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.