RIO DE JANEIRO - O homem que invadiu uma farmácia e manteve uma mulher refém com uma granada por cerca de 40 minutos na Tijuca, zona norte do Rio, foi baleado pela polícia e morreu nesta manhã.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito entrou no estabelecimento por volta das 10 horas para realizar um assalto.

Com a chegada dos PMs, ele passou a ameaçar a vítima com o explosivo. Ele foi baleado e encaminhado ao pronto-socorro do Andaraí, onde chegou morto. A refém foi libertada ilesa. O caso foi encaminhado à 19ª Delegacia Policial.

Leia mais sobre: assalto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.