Morre cirurgião baleado em agosto em Ipanema após assalto

RIO DE JANEIRO ¿ O cirurgião-geral Paulo Athayde Salaverry Lopes, de 54 anos, baleado na cabeça em agosto após uma tentativa de assalto em Ipanema, morreu na tarde desta segunda-feira de falência múltipla dos órgãos. Ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Clínica São Vicente, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro.

Redação |

Paulo foi baleado na nuca na porta de sua casa . De acordo com a polícia, o médico estava chegando com sua moto BMW, retirada momentos antes da concessionária, quando foi abordado por dois assaltantes também a bordo de uma moto.

Ainda de capacete, Paulo teria reagido à abordagem e um dos criminosos, portando uma pistola, disparou cinco vezes. Segundo testemunhas, quatro tiros atingiram de raspão o capacete da vítima. Entretanto, um das balas feriu o médico na nuca. Os assaltantes fugiram levando a moto da vítima e a deles.

O médico foi levado por familiares ao Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, e de lá foi transferido para Clínica São Vicente, no mesmo bairro.

Em outubro, quatro suspeitos pelo crime morreram em uma troca de tiros com a polícia no Humaitá , na zona sul. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, os suspeitos estavam em duas motos quando foram abordados pelos policiais.

Na troca de tiros, os quatro foram baleados e encaminhados ao Hospital Municipal Rocha Maia, em Botafogo, onde não resistiram aos ferimentos e morreram. Três pistolas, uma granada e as duas motos foram apreendidas.

Leia mais sobre: assalto

    Leia tudo sobre: assaltoipanemaviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG