O italiano Carlo Caracciolo, um dos fundadores do jornal La Repubblica e grande acionista do diário francês Liberation, morreu nesta segunda-feira, aos 83 anos, em sua casa em Roma.

Fundador do La Repubblica em 1976, com Eugenio Scalfari, Carlo Caracciolo foi durante 50 anos um dos principais homens de imprensa da Itália.

No início de 2007, investiu 5 milhões de euros no grupo Liberation, do qual possuía 34%, e contribuiu para a salvação do diário francês.

ema/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.