Morre a ex-exilada Violeta Arraes, irmã de Miguel Arraes

A ex-exilada política Violeta Arraes, irmã do ex-governador Miguel Arraes (que morreu em 13 de agosto de 2005), morreu hoje no Rio, onde morava. O corpo de Violeta será cremado na sexta-feira e as cinzas serão levadas para Crato (CE).

Agência Estado |

Ela foi exilada em 1964, com Miguel Arraes, e morou na França. Violeta era casada com o economista Pierre Maurice Gervaiseau. O corpo da ex-exilada política é velado hoje na capela do Cemitério São João Batista, na capital fluminense.

Segundo a Universidade Regional do Cariri (Urca), da qual foi reitora, Violeta foi colaboradora formal de d. Hélder Câmara, como militante do Secretariado Nacional da Ação Católica. A ex-exilada era graduada em sociologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Ela foi expulsa do País pelo governo militar em 1964 e retornou em 1979, ano da anistia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG