O deputado Sérgio Moraes (PT-RS), afastado da função de relator do caso do deputado Edmar Moreira (sem partido-MG), no Conselho de Ética da Câmara, anunciou que recorrerá ao Supremo Tribunal Federal (STF) para recuperar a função.

"Fui arrancado da relatoria", reclamou Moraes, que foi substituído na relatoria pelo deputado petista Nazareno Fonteles (PI).

Moraes alega que, ao contrário do que afirma o presidente do Conselho, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), não emitiu prejulgamento ao afirmar que considera não existirem provas contra Edmar Moreira, acusado de usar dinheiro público para pagar serviços de segurança que teriam sido prestados a ele próprio por empresas de sua propriedade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.