ricos da zona sul no combate às drogas - Brasil - iG" /

Moradores da Rocinha querem ser tratados iguais ricos da zona sul no combate às drogas

RIO DE JANEIRO - Integrantes da recém-criada Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia reuniram-se nesta quinta-feira com lideranças comunitárias do Morro da Rocinha, localizado na zona sul da cidade do Rio. O objetivo do encontro foi trocar experiências com os moradores da favela, uma das maiores do Estado e uma das que mais movimentam dinheiro ilícito com o comércio de drogas.

Agência Brasil |

Segundo Rubem César, um dos coordenadores da comissão, a principal demanda apresentada pelos moradores da Rocinha é que os locais ricos e pobres da cidade recebam o mesmo tratamento nas políticas de combate às drogas. Os líderes comunitários compararam a realidade da Praia de Ipanema e da Rocinha para ilustrar a diferença entre as políticas públicas implementadas  nos dois locais.

O Posto 9 da Praia de Ipanema é um dos pontos de maior consumo de drogas da cidade do Rio e segue sem violência. E isso parece interessante. Ao passo que, nos bairros pobres, a droga serve à criação de domínios paralelos armados, que se matam e crescem numa violência que desarticula a segurança pública do Estado, afirmou o coordenador.

A Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia foi criada nesta quarta-feira e tem à frente os ex-presidentes do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, da Colômbia, César Gavíria e do México, Ernesto Zedillo. O grupo tem ao todo 18 integrantes, entre eles jornalistas e escritores. Seu objetivo é analisar as políticas de combate às drogas na América Latina e propor mudanças, se for o caso. Os resultados de seus estudos serão apresentados, em 2009, em reunião com a Organização das Nações Unidas (ONU).

Leia mais sobre: drogas

    Leia tudo sobre: drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG