Uma moradora do morro da Chatuba, na zona norte do Rio de Janeiro, deu entrada hoje na emergência do Hospital Getúlio Vargas, atingida com um tiro na região lombar. Ela foi socorrida por vizinhos e trazida para a unidade.

De acordo com os moradores, a mulher, identificada como Ruth, estava dentro de casa quando foi alvejada. Policiais militares afirmam que ainda não há notícias sobre outros feridos ou pessoas mortas no confronto que começou no início da tarde e durou cerca de 40 minutos.

Um intenso tiroteio entre policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e traficantes no morro da Chatuba também levou pânico aos pacientes que estavam sendo atendidos na tenda de hidratação montada pelo governo do Estado ao lado do hospital. De acordo com o comandante do 28º Grupamento de Bombeiros da Penha, tenente-coronel Sérgio Ângelo da Rocha, por cerca de meia hora os pacientes ficaram concentrados em uma parte da tenda, protegida por um muro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.