Mondo e Evenpro se unem e criam megaempresa de shows

A Mondo Entretenimento, empresa responsável pela realização no Brasil de shows como o do Iron Maiden, Dave Matthews Band, R.E.M, Queen + Paul Rodgers e dos festivais Live Earth e About Us, anunciou ontem, em entrevista coletiva, em São Paulo, sua junção com a empresa sul-americana Evenpro, que já fez AC/DC, The Police, Sting e Metallica para países como Argentina, Venezuela e Costa Rica.

Agência Estado |

 Juntas, elas formam uma das maiores empresas de entretenimento da América Latina. A nova empresa, que inicialmente se chamará Mondo + Evenpro, agora pertence à holding de serviços especializados de comunicação ABC, que tem como sócio majoritário, o empresário baiano Nizan Guanaes.

A nova empresa expandirá suas atuações para além do mercado de shows e atuará em seis frentes. Espetáculos, vendas de ingressos, compra e administração de casas de espetáculos, merchandising e administração de patrocínio estão entre as novas atividades. João Paulo Affonseca, um dos sócio-proprietários da Mondo, aproveitou a oportunidade para reforçar o anúncio dos shows do Iron Maiden e Alanis Morissette no Brasil. Estão confirmados também a segunda edição do festival About Us e a Parada do Dia das Crianças.

A princípio, a cantora canadense Alanis Morissette deverá fazer dez shows no Brasil, de 21 de janeiro a 15 de fevereiro de 2009, e deverá passar pelas cidades de São Paulo, Pernambuco e Santa Catarina. As datas e os locais dos shows ainda não estão confirmados. "Além de Alanis e Iron Maiden, já fechamos outros três shows para o primeiro semestre de 2009. Por motivos contratuais ainda não podemos anunciar os nomes", disse Affonseca.

Segundo os empresários presentes ontem, a junção das duas empresas, agora incluídas na holding ABC fazem parte de uma estratégia de expansão dos negócios para a América Latina. É muito caro trazer uma turnê apenas para o Brasil. Estamos optando por usar o entretenimento de forma a ajudar a divulgar a marca de um anunciante.

A estratégia da nova empresa é ambiciosa. Inicialmente eles prevêem a atuação imediata no Chile e Argentina e, em quatro anos, em todos os mercados da América Latina, começando pela Venezuela e Colômbia até chegar ao mercado hispânico dos Estados Unidos. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: show

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG