Moagem de cana do centro-sul supera expectativa--Unica

SÃO PAULO (Reuters) - A moagem de cana no centro-sul do Brasil na temporada 2008/09 atingiu um recorde de 496,7 milhões de toneladas até 1o de janeiro, informou nesta quarta-feira a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar). Na temporada anterior, o processamento atingiu até a mesma data 430 milhões de toneladas Com melhores condições climáticas no final do ano, a moagem de cana no centro-sul, que responde pela maior parte da safra do país, ficou acima da expectativa da Unica, de 487 milhões de toneladas, segundo previsão feita em dezembro.

Reuters |

Além disso, o volume moído até 1o de janeiro se aproximou da previsão de 498 milhões de toneladas feita pela entidade no início da safra. Anteriormente, a Unica havia revisto para baixo a moagem total em 08/09 por causa do clima úmido em vários períodos do ano passado.

"A disponibilidade de cana-de-açúcar e as condições climáticas favoráveis à colheita no mês de dezembro de 2008 permitiram que muitas unidades mantivessem a moagem até o dia 22 de dezembro, quando grande parte das empresas encerrou a moagem na atual safra", afirmou a entidade em um comunicado.

Dessa forma, o volume de cana esmagada no mês passado foi de 28,05 milhões de toneladas, total nunca antes registrado em dezembro no centro-sul do país, destacou a Unica.

De acordo com a Unica, a produtividade agrícola em 08/09 teve aumento de 4,3 por cento em relação à safra anterior. Por outro lado, houve uma redução na quantidade de produtos obtidos por tonelada de cana.

"A quantidade de 141,27 quilos de açúcares totais (ATR) obtidos por tonelada de cana esmagada é inferior ao acumulado na safra anterior em 2,39 por cento", afirmou o relatório, sem mencionar motivos.

O crescimento na moagem de 15,47 por cento em 08/09 ante 07/08 resultou num crescimento total de produção de açúcar e de etanol, apesar da redução na quantidade de produtos.

Até 1o de janeiro, a Unica registrou produção de 26,59 milhões de toneladas de açúcar, ante 26,12 milhões no mesmo período da safra passada.

A produção de álcool em 08/09 foi de 24,61 bilhões de litros, contra 20,27 bilhões no período anterior.

RECUPERAÇÃO DO ATRASO

Apesar da recuperação do atraso na moagem, a Unica informou que "ainda permanece uma disponibilidade de cana não moída na safra que é superior a 30 milhões de toneladas".

Diferentemente de outros anos, quando a moagem praticamente é encerrada em dezembro, das 298 usinas do centro-sul, 40 mantiveram os trabalhos no início de janeiro, "processo já interrompido por muitas dessas unidades devido à ausência de condições climáticas favoráveis à colheita".

A Unica não informou quanto as indústrias que ainda continuaram funcionando moeram em janeiro.

Na temporada 08/09, o Estado de São Paulo respondeu por 69 por cento do total da cana esmagada no centro-sul, com um volume até 31 de dezembro de 341,8 milhões de toneladas.

Mas o maior incremento na moagem em relação à safra anterior aconteceu no Estado de Goiás, segundo a Unica, onde o crescimento foi de 40 por cento em função do início de moagem de dez novas unidades produtoras.

Na região centro-sul como um todo, as 30 unidades produtoras que iniciaram a moagem nesta safra esmagaram, até 31 de dezembro, 16,6 milhões de toneladas, respondendo por 3,4 por cento do total da cana esmagada na região.

(Por Roberto Samora)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG