Arquivo X: Eu Quero Acreditar - Brasil - iG" /

Mistério marca estréia de Arquivo X: Eu Quero Acreditar

Uma década após o lançamento do primeiro filme, Arquivo X está de volta aos cinemas cercado de mistérios não só em seu roteiro, mas também em seus bastidores em Arquivo X - Eu Quero Acreditar . A série, que durou entre 1993 e 2002, foi um dos maiores sucessos da televisão mundial, servindo de inspiração para uma lista de outros produtos, de CSI a Lost .

Agência Estado |

Até que, em 1998, o criador Chris Carter decidiu investir em um longa-metragem. Arquivo X - O Filme arrecadou mais de US$ 190 milhões ao redor do mundo.

Na época, foi revelado, sem querer, um dos fatos (ou boatos) mais famosos dos bastidores do produto: os protagonistas David Duchovny e Gillian Anderson não se suportavam na vida real. Os desentendimentos, desmentidos pelos atores, chocou alguns fãs. Na frente das telas, Fox Mulder e Dana Scully pareciam dois grandes amigos, cuja amizade era temperada por uma tensão sexual permanente. Os agentes do FBI eram evidentemente atraídos um pelo outro, mas trocavam no máximo um abraço de vez em quando, após uma missão de risco bem-sucedida.

Saber disso é importante para se entender o novo filme. Quando decidiu reunir os dois agentes novamente nos cinemas, Chris Carter e o roteirista Frank Spotnitz resolveram radicalizar na história. Mas, para que ela não vazasse antes da estréia e não repetisse as fofocas de bastidores do primeiro filme, criador e roteirista eram os únicos a terem o roteiro completo da trama, algo que nem os atores protagonistas tinham acesso, o que irritou bastante alguns deles por não permitir uma preparação maior para os papéis. O roteiro, trancado em um cofre de banco, foi seguido por um contrato de confidencialidade com toda a equipe e todos recebiam as instruções das filmagens apenas um dia antes das gravações.

O que pode se dizer de Arquivo X - Eu Quero Acreditar sem estragar a surpresa para quem quiser conferi-lo é que os ex-agentes especiais Fox Mulder e a médica Dana Scully sairão de suas rotinas e voltarão ao mundo de mistérios e paranormalidades. Seis anos depois de seu afastamento, Mulder e Scully são procurados pelo FBI, que precisa achar uma agente que desapareceu. Um padre diz ter visões sobre ela - e só os ex-agentes sabem lidar com casos paranormais. O filme é inspirado em alguns dos episódios mais célebres da série. Para o desapontamento de muitos, no entanto, não existe ETs na história desta vez - se Steven Spielberg tivesse sido o produtor executivo da trama, os verdinhos certamente apareceriam. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG