O Museu da Imagem e do Som lançou ontem o primeiro programa de residências de seu laboratório de novas mídias. Com o objetivo de fomentar o desenvolvimento artístico no campo das novas tecnologias, o MIS vai selecionar três projetos com foco em artes digitais.

Os autores contemplados receberão uma bolsa-residência de R$ 1,5 mil e terão livre acesso à infra-estrutura tecnológica do museu. Poderão participar artistas profissionais, maiores de 18 anos, estabelecidos em território brasileiro há pelo menos 5 anos. As inscrições para o processo seletivo terminam dia 17 de outubro. Informações pelo telefone (11) 2117-4777. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.