Ministro descarta terceiro aeroporto em São Paulo

Numa entrevista em vídeo ao iG Wagner Bittencourt também garantiu que não haverá caos aéreo neste fim de ano

Danilo Fariello e Severino Motta, iG Brasília |

Anunciado em 2007 pela então chefe da Casa Civil Dilma Rousseff como solução para parte do caos aéreo no Estado que concentra o maior fluxo de voos do País, o terceiro aeroporto de São Paulo não deve sair do papel. De acordo com o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, não há previsão para um novo terminal na região.

Indicativo de greve: Funcionários de aeroportos marcam protesto e ameaçam parar no fim do ano

"Não existe previsão de novo terceiro aeroporto uma vez que, para ter aeroporto, precisa ser avaliado pelo DCEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) e ser aprovado se ele tem ou não impacto no setor e até agora não temos nenhuma proposta ou projeto que atenda esse requisito".

Passagens aéreas ficarão ainda mais caras no fim do ano
Custo de viagem aérea tem maior alta dos últimos cinco anos
Viajar de avião no Brasil vai ser mais agradável em 2012
Acidentes aéreos batem recorde e crescimento dos voos preocupa
Tecnologia defasada aumenta risco e atrasa voos no Brasil
Faltam pessoal e treinamento, dizem profissionais da aviação

Em entrevista ao iG o ministro também comentou a iminência de um novo caos aéreo no final de ano e garantiu que não haverá problemas para os viajantes. “Estamos fazendo um grande planejamento para o fim de ano e trabalhando em conjunto com as companhias aéreas, autoridades aeroportuárias e fazendo investimento em pessoal e gestão”, disse.

Outra tema abordado foi o valor das passagens aéreas. Bittencourt avaliou que os preços tendem a cair, uma vez que a ampliação dos aeroportos existentes deve aumentar a competitividade, abrindo espaço para aeronaves de empresas que detém uma pequena fatia do mercado.

O ministro ainda falou sobre o controle do espaço aéreo que, apesar da criação da Secretaria de Aviação Civil, vai seguir nas mãos da aeronáutica. “Não haverá mudança. Não existe lei universal que diz que é de um jeito ou de outro. Esse jeito está funcionando e vai continuar assim”, disse.

    Leia tudo sobre: sacbittencourt

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG