SÃO PAULO - O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, deixou na noite desta terça-feira o Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília, que tem substituído o Palácio do Planalto como sede do governo, e explicou, por celular, à reportagem do iG os motivos do apagão que atingiu diversos Estados brasileiros e estimou em duas ou três horas o tempo para a retomada da luz.

O que houve, ministro?

Os técnicos ainda estão analisando, mas tudo indica que problemas atmosféricos causaram a queda do sistema de transmissão de Itaipu provocando uma reação em cadeia.

Um apagão, não é, ministro?

É. Mas não é por falta de qualidade do sistema, como no passado. O sistema é bom, funciona bem, é confiável e seguro. Mas problemas sempre existem.

E o que vai ser feito?

Vamos tomar todas as providências necessárias para religar o sistema. A usina de Itaipu, que havia sido desligada, já está religada. Agora temos que ver como fazer o sistema de transmissão voltar a funcionar.

Quanto tempo?

Acho que algumas horas.

Não é muito?

Olha, há cinco anos, mais ou menos, teve um problema semelhante em Nova York e eles ficaram três dias sem energia. Três dias!  Nós aqui vamos ficar duas a três horas. Não é muito.

Leia mais sobre blecaute

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.