Ministro da Saúde lamenta morte de dona de casa vítima de suposto erro médico

BRASÍLIA - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão (PMDB), lamentou nesta segunda-feira o caso da dona de casa Verônica Cristina do Rêgo, de 31 anos, que morreu no último sábado após ter tido o lado direito do cérebro operado, quando seu problema era um coágulo do lado esquerdo. Há suspeita de que o erro médico tenha influenciado no óbito de Verônica.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Para o ministro, é preciso ter cautela ao apontar os culpados. Segundo ele, o Instituto Médico Legal deve entregar o laudo sobre a morte da dona de casa nos próximos dias e o Conselho Nacional de Medicina também deve ajudar com uma sindicância sobre o caso.

Essa é uma situação delicada, que precisamos esperar os resultados das apurações para que as coisas fiquem claras, disse Temporão, após abertura do Seminário Nacional Saúde da Mulher, em Brasília.  

Nesta segunda-feira, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro entrou nas investigações . Se os médicos responsáveis pela cirurgia forem considerados culpados, eles poderão receber punições que vão de uma simples advertência até a cassação do registro profissional.

O caso

Após um tombo no banheiro de casa, Verônica foi internada no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, zona norte do Rio, e foi diagnosticada com um coágulo no lado esquerdo do cérebro ¿ o qual deveria ter sido retirado em uma cirurgia feita na segunda-feira passada.

O marido de Verônica recebeu, três dias depois, uma ligação anônima no seu celular , denunciando o suposto erro médico, de que a cirurgia havia sido realizada do lado direito do cérebro, e não no esquerdo, onde havia o coágulo.

Na última quinta-feira, Verônica foi exposta a uma nova intervenção, a qual não deu resultado e culminou na morte da dona de casa, no sábado. O corpo dela foi enterrado neste domingo no cemitério de Irajá , na zona norte do Rio. A dona de casa deixou dois filhos: uma menina de oito anos e um menino de 11.


Veja também:

Leia mais sobre: erro médico

    Leia tudo sobre: erro médicoerros médicoshospitalrio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG