intransigência de quilombolas - Brasil - iG" /

Ministro critica intransigência de quilombolas

O ministro da Ciência e Tecnologia (MCT), Sérgio Rezende, disse hoje que está havendo intransigência por parte de movimentos sociais envolvidos na demarcação de terras de remanescentes de quilombos na região de Alcântara, no Maranhão. Rezende afirmou que o movimento quilombola está sendo inflado por líderes que são movidos por outros interesses.

Agência Estado |

"Está havendo uma certa intransigência", disse. Ele manifestou preocupação com a situação, observando que o movimento "tem impedido ou dificultado a evolução do programa espacial".

"Temos de ter um diálogo. Nesse momento eles estão impedindo o trabalho que nós estamos procurando fazer", afirmou o ministro, que esteve em Belo Horizonte, onde assinou convênios com o governo de Minas Gerais. "Muitos desses movimentos sociais são liderados por pessoas que até têm outros interesses", disse, sem citar quais seriam essas pretensões.

O trabalho de demarcação realizado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) destinou 78,1 mil hectares aos quilombolas e 8,7 mil para o programa de lançamentos de foguetes. Rezende disse que tem discutido internamente a questão junto ao Ministério da Igualdade Racial, ao Incra e ao Ministério do Meio Ambiente. Segundo Rezende, a estratégia é convencer os movimentos quilombolas de que as comunidades locais poderão ser beneficiadas com a expansão do programa espacial. Logo após o Carnaval, uma equipe do MCT deverá visitar a região.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG