Ministra Dilma Rousseff mantém agenda e viaja com Lula a Manaus

MANAUS - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, manteve a agenda programada para esta segunda-feira e viajou no início da manhã para Manaus com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Neste sábado, Dilma anunciou que enfrenta um tratamento de quimioterapia, após a retirada de um pequeno tumor (gânglio) em sua axila.

Redação |

Nesta segunda-feira, Lula e Dilma encontram com os governadores da Amazônia Legal e o presidente assina o compromisso"Amazônia Legal pela Cidadania. Os dois visitaram obras da Ponte sobre o rio Negro e participam da inauguração de um hospital e de um conjunto habitacional na cidade.

AE
Dilma e Lula durante visita às obras da ponte sobre o Rio Negro

O tratamento de quimioterapia de Dilma deverá durar quatro meses e será aplicado em sessões realizadas no hospital a cada três semanas. De acordo com a equipe médica, composta por Roberto Kalil Filho (cardiologista), Paulo Hoff (oncologista clínico), e Yana Augusta Sarkis Novis (hematologista), a ministra encontra-se, neste momento, sem "evidência da doença ativa" (não há mais nenhum tumor) e fará a quimioterapia por segurança. Yana enfatizou que, como a doença está no estágio inicial, há grande chance de cura.

Dilma reiterou diversas vezes que irá manter sua agenda "no mesmo ritmo" que mantinha até a descoberta do câncer. "Não há uma incompatibilidade entre uma coisa e outra [tratamento e agenda de ministra]. O tratamento não me obriga a retrair minha atividade. Pelo contrário, acho que vai até me impulsionar", disse.

Assista ao vídeo

Leia também:

Leia mais sobre Dilma Rousseff

    Leia tudo sobre: dilma rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG