Em agosto, foram detectadas 259.942 ocorrências, indica Ministério do Meio Ambiente

O Ministério do Meio Ambiente divulgou nesta terça-feira que foram detectados 259.942 focos de calor em todo o país no mês de agosto e, embora isso não signifique ocorrência de incêndios em todos os casos, foi constatado que 85 unidades de conservação, em seu interior ou no seu entorno, foram atingidas. Segundo a ministra Izabella Teixeira, a situação é pior no Parque Nacional das Emas, no interior de Goiás, que foi totalmente destruído pelo fogo, iniciado no dia 13 de agosto.

Local incendiado em área de chácaras no Recanto das Emas,cidade-satélite de Brasília, em 13 de agosto
AE
Local incendiado em área de chácaras no Recanto das Emas,cidade-satélite de Brasília, em 13 de agosto

Ela disse que as responsabilidades pelo incêndio, iniciado fora do parque, serão apuradas para que os culpados sejam processados. O Parque Nacional das Emas é cercado por fazendas de soja, que, segundo a ministra, podem ter provocado o incêndio. Em 24 horas, conforme fotos exibidas por ela, o parque foi inteiramente destruído.

Izabella Teixeira disse que os principais focos de calor atualmente estão na região de Cerrado. Os gastos do governo no combate a incêndios em áreas de vegetação somam R$ 29,3 mil. O estado com maior quantidade de focos é Mato Grosso, com 63.992 (27%); seguido do Pará, com 62.718 (26%); Tocantins, 32.014 (13%); Maranhão,14.218 (6%); e de Rondônia,14.056 (5%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.