Ministério Público recorre à Justiça para retomar ação contra José Dirceu

O Ministério Público Federal no Distrito Federal recorreu hoje ao Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª região para tentar convencer a Justiça a receber a ação de improbidade administrativa na qual o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu é acusado de favorecer seu filho Zeca Dirceu, por meio da liberação de verbas federais para municípios do Paraná. Recentemente, o juiz da 15ª Vara Federal no Distrito Federal extinguiu a ação, sem julgamento.

Agência Estado |

No pedido entregue no TRF, o Ministério Público argumenta que há elementos suficientes para provar a existência de atos de improbidade administrativa. "O Ministério Público Federal, ao contrário do que é sustentado pelo juiz sentenciante, apresentou, juntamente com a inicial, provas robustas dos fatos ali deduzidos", alega.

De acordo com informações divulgadas pelo Ministério Público, entre essas provas estariam documentos, como uma agenda da subchefia de assuntos parlamentares da Casa Civil e uma planilha da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que indicariam os empenhos decorrentes de emendas parlamentares que teriam como "padrinho" Zeca Dirceu.

    Leia tudo sobre: zé dirceu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG