Entenda a Operação Satiagraha " / Entenda a Operação Satiagraha " /

Ministério Público pede aumento da pena de Humberto Braz

SÃO PAULO - O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo apresentou nesta quarta-feira um pedido de reforma parcial da sentença que condenou Daniel Dantas, Humberto Braz e Hugo Chicaroni pelo crime de corrupção ativa. Eles foram condenados por tentativa de suborno a um delegado da Polícia Federal. O objetivo seria retirar o nome de Dantas das investigações da Operação Satiagraha, da Polícia Federal. Dantas, Braz e Chicaroni negam as acusações. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/08/entenda_a_operacao_satiagraha_da_policia_federal_1426230.html target=_topEntenda a Operação Satiagraha

Redação |

Acordo Ortográfico

O recurso do MPF pede que o Tribunal Regional Federal da 3º Região aumente a pena de Humberto Braz, executivo ligado ao Banco Opportunity e braço direito de Daniel Dantas, por entender que a participação dele na tentativa de suborno foi maior. O MPF pediu que a pena de Braz seja de, no mínimo, oito anos e que o regime mude de semi-aberto para fechado.

Daniel Dantas foi condenado a dez anos de prisão no último dia 2, pelo juiz Fausto De Sanctis, da 6ª Vara Federal de São Paulo. Humberto Braz e o professor universitário Hugo Chicaroni foram condenados a 7 anos, 1 mês e 10 dias de reclusão.

Em nota, o Ministério Público Federal disse que o juiz Fausto De Sanctis não agiu com o costumeiro acerto, ao julgar as condutas de Humberto Braz e Hugo Chicaroni. De Grandis disse que há provas de que a participação de Braz no crime foi maior que a de Chicaroni e, portanto, sua pena deve ser maior.

Leia também:



Leia mais sobre:
Operação Satiagraha

    Leia tudo sobre: satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG