SÃO PAULO - O Grupo de Atuação Especial de Prevenção e Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de São Paulo realiza duas operações nesta sexta-feira. Uma delas, a Operação Primadona combate o suposto apoio jurídico às quadrilhas do PCC que agem dentro dos presídios do Estado.

A investigação acontece em São Paulo, Vale do Paraíba e Presidente Prudente. O Gaeco cumpre seis mandados de prisão e mandados de busca e apreensão em residências e escritórios na região. A operação foi batizado como "Primadora", devido ao fato de 5 dos mandados de prisão terem sido expedidos contra mulheres.

A outra operação realizada pelo MP, chamada de "Terra Rasgada", acontece na região de Sorocaba com o objetivo é constatar a venda de combustível adulterado. São 11 postos inspecionados com o auxílio de um laboratório móvel, de peritos do MP e de agentes da Agência Nacional do Petróleo.

Leia mais sobre: Ministério Público - PCC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.