Ministério Público é contra novo pedido de prisão preventiva de Dantas

SÃO PAULO - O Ministério Público Federal em São Paulo se manifestou contra o novo pedido de prisão preventiva de Daniel Dantas, expedido pelo delegado Ricardo Saad, da Polícia Federal. O parecer foi dado pelo procurador Rodrigo de Grandis. Ele considerou que não existem fatos novos para embasar o pedido.

Redação |

Acordo Ortográfico

A avaliação do Ministério Público, junto com o terceito pedido de prisão, será analisada pelo juiz da 6ª Vara Criminal de São Paulo, Fausto de Sanctis. 

A prisão preventiva, para Saad, é necessária porque o banqueiro continuaria comentendo os crimes financeiros investigados pela Operação Satiagraha.

O pedido do delegado Ricardo Saad não tem ligação com a condenação de Dantas a dez anos de prisão e multa de R$13,4 milhões por corrupção ativa, sentenciada na última terça-feira pelo juiz De Sanctis.

Leia mais sobre: Operação Satiagraha 

    Leia tudo sobre: daniel dantasoperação satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG