SÃO PAULO ¿ O Ministério Público Estadual de São Paulo está investigando todos os policiais militares que atuaram no sequestro que culminou na morte da adolescente Eloá Pimentel. Segundo o órgão, o inquérito foi aberto desde o trágico fim da ação no ABC paulista. O MP está realizando perícias e analisando imagens para checar possíveis erros cometidos na operação.

De acordo com a promotora Eliana Passarelli, os policiais devem ser denunciados por, pelo menos, cinco crimes. Se forem considerados culpados, os agentes vão poder ser exonerados da corporação e pegar até 15 anos de prisão, dependendo dos delitos.

Os policiais poderão responder pelos crimes de constrangimento ilegal, prevaricação, exposição de criança ou adolescente ao perigo e negligência. A denúncia será apresentada à Justiça assim que o MP receber da Corregedoria da PM o relatório final do Inquérito Policial Militar que está em andamento.

Veja a retrospectiva do caso


Veja também:

Leia mais sobre: caso Eloá

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.