Ministério Público confirma que sangue coletado era do casal Nardoni

O Ministério Público de São Paulo informou na tarde desta quarta-feira que o exame de DNA do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá é compatível com o sangue colhido no apartamento dos dois, de onde foi jogada a menina Isabella Nardoni, em março de 2008.

Agência Estado |

No dia 6 de novembro, peritos do Instituto de Criminalística (IC) coletaram amostras de mucosa bucal e fios de cabelo de Alexandre e Anna Carolina, nos presídios de Tremembé, a 140 quilômetros de São Paulo.

A defesa do casal pediu o exame do material genético para confrontar com as amostras colhidas na cena do crime.

Leia mais sobre Isabella Nardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG