Ministério Público aceita frango e leite como pagamento de multa

Frango e leite longa vida serviram de pagamento para uma multa de R$ 60 mil contra a empresa Grupo de Segurança Privada Limitada (GSP), de Campo Grande. A empresa fez acordo com o Ministério Público do Trabalho estabelecendo em um Termo de Ajustamento de Conduta a doação de 11.700 quilos de frango e 10.800 litros de leite ao Hospital do Câncer de Campo Grande.

Agência Estado |

O valor total dos produtos equivale à quantia estipulada para compensar irregularidades trabalhistas descobertas por fiscais do Ministério do Trabalho na empresa. As doações serão iniciadas no próximo mês e terminarão em julho de 2014. Caso o acordo não seja cumprido, será estabelecida multa diária, conforme informou o procurador do Trabalho Odacir Juarez Hecht.

Ele explicou que devido à crise econômica mundial a maioria das empresas está com dificuldades financeiras e procurou resolver a situação dos empregados da GSP da melhor maneira possível. O acordo impediu maiores consequências à empresa, como o confisco de bens para ressarcimento dos prejuízos causados aos empregados.

    Leia tudo sobre: ministério público

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG