Ministério notifica sites por associar o Brasil ao turismo sexual

Ação do governo brasileiro identificou 2.169 sites que utilizavam marcas ou símbolos de programas turísticos de forma inadequada

EFE |

O Ministério do Turismo identificou 1.770 sites na internet que associavam marcas e logotipos de programas turísticos do Brasil à pornografia e prostituição. A busca de páginas na internet que utilizam de forma inadequada as marcas e os símbolos do país, assim como o envio de notificações para pedir a correção, faz parte de uma campanha para combater a promoção do Brasil como destino do turismo sexual.

Leia também: Ministério Público acusa agência dos EUA de promover turismo sexual com índias

Os técnicos responsáveis pela tarefa identificaram no último ano um total de 38.865 sites, tanto brasileiros como estrangeiros, que utilizam marcas do ministério ou símbolos de programas turísticos do Brasil.

Desse total, 2.169 utilizavam tais marcas de uma maneira considerada inadequada, das quais 1.770 (82%) associavam o Brasil à pornografia e prostituição. Dos notificados, 1.100 atenderam ao pedido do Ministério e retiraram ou corrigiram o conteúdo. Segundo os técnicos do Ministério, a busca permitiu encontrar até uma página que mostrava um grupo de mulheres com pouca roupa em uma imagem que tinha como fundo a bandeira brasileira.

O Ministério do Turismo informou ainda que pediu à Polícia Federal que investigue os responsáveis por algumas páginas que supostamente vinculam o turismo no Brasil com o abuso sexual de menores.

    Leia tudo sobre: BRASILTURISMOgoverno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG