Ministério libera R$ 41 milhões para 23 unidades de atendimento em SP

O Ministério da Saúde liberou R$ 41,2 milhões para a construção e compra de equipamentos para 23 novas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) no Estado de São Paulo. Serão beneficiadas 17 cidades com serviços de emergência e urgência capazes de atender as demandas de uma região com cerca de 3,8 milhões de pessoas.

Agência Estado |

De acordo com o órgão, além das 23 novas unidades, mais 34 serão habilitadas no Estado ainda neste ano. As informações são da Assessoria de Imprensa do ministério.

As UPAs se destinam a prestar assistência emergencial de baixa e média complexidade durante 24 horas por dia. Quando a pessoa dá entrada na unidade, os médicos avaliam o quadro e, dependendo da necessidade, liberam o paciente, podem mantê-lo sob observação por até 24 horas ou o encaminham para um hospital. De acordo com a Secretaria de Atenção à Saúde do ministério, a proposta é reduzir as filas de espera nos hospitais e oferecer um atendimento melhor.

De acordo com o órgão, os municípios interessados em aderir às UPAs devem ter o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) habilitado ou estar em processo de aprovação do projeto, sendo um dos requisitos chegar a 50% de cobertura no Programa Saúde da Família na abrangência de cada UPA no prazo limite de dois anos.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG