Ministério lança cartilha e inicia campanha na TV contra hanseníase

O Ministério da Saúde lançou esta semana a cartilha Hanseníase e Direitos Humanos - Direitos e Deveres dos Usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), durante a Reunião Anual de Hanseníase. Nas rádios e TVs, o combate à doença continua com a campanha Saúde é bom Saber!, que começa domingo e vai até dia 20 de julho.

Agência Estado |

O Brasil registra a cada ano 47 mil novos pacientes com a doença e o ministério pretende facilitar o acesso a informações sobre como agir em caso de contaminação, além de direitos e deveres de cidadão.

O encontro anual, que termina hoje em Brasília, contou com participação de secretários de saúde de 55 municípios. Os 100 mil exemplares da cartilha serão distribuídos para gestores dos programas estaduais e municipais, ONGs e Secretaria dos Direitos Humanos, além de estar disponível no site do Ministério . Além da cartilha, serão confeccionados dois milhões de panfletos sobre a doença e capacitados 100 profissionais do Disque Saúde para atendimento telefônico.

Causa

A hanseníase é provocada pelo Mycobacterium leprae , que causa manchas esbranquiçadas e avermelhadas no corpo. A doença tem cura, mas pode causar incapacidades e deformidades se não for tratada. Os sintomas demoram de dois a cinco anos para aparecerem. O tratamento é feito com medicamentos, garantido pelo Sistema Único de Saúde. As informações são da Agência Saúde.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG