O Ministério da Saúde anunciará hoje, em Brasília, um investimento R$ 53,1 milhões para ampliar o atendimento de saúde bucal no Sistema Único de Saúde (SUS). Por meio do Programa Brasil Sorridente, o dinheiro vai servir para criar 96 novos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) em 18 Estados, passando dos atuais 675 para 771.

“Os novos centros vão atender uma população mais carente, permitindo que essas pessoas tenham tratamento bucal adequado, evitando milhares de extrações de dentes e reforçando a inclusão social no País”, comenta o Coordenador Nacional de Saúde Bucal do ministério, Gilberto Pucca. De acordo com a pasta, desde que o programa foi implementado, em dezembro de 2002, cerca de três milhões de dentes deixaram de ser extraídos entre a população usuária do SUS.

O investimento também será utilizado para mais ofertas de tratamento de canal, atendimento a pacientes com necessidades especiais, tratamento de gengiva e diagnóstico de câncer de saúde bucal.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.