O Ministério da Saúde fechou hoje uma parceria com o governo do Rio Grande do Sul para combater a gripe suína no Estado. O objetivo do acordo é construir 32 Unidades de Pronto Atendimento (Upas), que vão operar como minipronto-socorros, para desafogar a rede de hospitais.

O prazo de conclusão de cada unidade é de seis meses, mas a primeira tem previsão para ficar pronta em 30 dias.

Neste ano, vão ser montadas 16 unidades em igual número de municípios de diferentes regiões. O Ministério da Saúde entra com R$ 34 milhões para obras e equipamentos. Já a manutenção das 16 Upas exigirá R$ 74 milhões: a União dará R$ 37 milhões e os demais R$ 37 milhões serão compartilhados entre Estado (50%) e municípios (50%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.