Ministério envia mais R$ 296,1 mi para saúde do Rio

A rede pública de saúde do Rio de Janeiro recebeu ontem um reforço de R$ 296,1 milhões para construção e manutenção de 46 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), repasses para hospitais e ampliação de leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de acordo com o Ministério da Saúde. O anúncio foi feito pelo ministro José Gomes Temporão no Palácio Guanabara, sede do governo carioca.

Agência Estado |

Os investimentos vão financiar a construção e manutenção de 46 novas UPAs até 2010, implementação de 103 novos leitos de UTI e repasses para dois hospitais do Estado.

Temporão assinou uma portaria habilitando 23 novas UPAs, que entrarão em funcionamento até o fim do ano. Elas terão capacidade para atender 7 milhões de pessoas. As demais unidades devem ser construídas em 2010. De acordo com o secretário Estadual de Saúde do Rio, Sérgio Cortês, dos mais de 3 milhões de atendimentos até agora realizados nas 22 unidades do Estado, apenas 0,5% dos pacientes precisaram ser removidos para o hospital.

O ministro da Saúde anunciou ainda um investimento de R$ 73 milhões para ampliar o atendimento à população em consultas especializadas, internações e cirurgias nos hospitais estaduais. O valor será investido na instalação de 103 novos leitos de UTI coronariana - serão 34 no Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo, e 69 no Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, no Rio. Haverá também um repasse de R$ 44 milhões para o Hospital da Mulher Heloneida Studart e outro de R$ 20 milhões para o instituto de transplantes do Hospital de Alta Complexidade, ex-Santa Mônica.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG