rebatizada de gripe A) no Brasil passaram de 26 para 24 nesta quinta-feira, enquanto outros 20 casos estão sendo monitorados em oito Estados, informou o Ministério da Saúde. Mais cedo, o governo havia informado que eram 21 casos suspeitos, mas o número foi corrigido." / gripe suína - Brasil - iG" / rebatizada de gripe A) no Brasil passaram de 26 para 24 nesta quinta-feira, enquanto outros 20 casos estão sendo monitorados em oito Estados, informou o Ministério da Saúde. Mais cedo, o governo havia informado que eram 21 casos suspeitos, mas o número foi corrigido." /

Ministério da Saúde corrige número de casos suspeitos de gripe suína

Os casos considerados suspeitos da nova gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/04/30/oms+decide+mudar+nome+da+gripe+suina+5867916.html target=_toprebatizada de gripe A) no Brasil passaram de 26 para 24 nesta quinta-feira, enquanto outros 20 casos estão sendo monitorados em oito Estados, informou o Ministério da Saúde. Mais cedo, o governo havia informado que eram 21 casos suspeitos, mas o número foi corrigido.

Redação com Reuters |

Até quarta-feira, 26 casos eram considerados suspeitos e 15 estavam em monitoramento. Na terça-feira, eram considerados suspeitos 28 casos. Segundo o último balanço do ministério, o monitoramento de 110 pacientes já foi descartado para a doença.

Os casos suspeitos estão na maioria em São Paulo, com sete casos. Rio de Janeiro (3), Distrito Federal (2), Goiás (2), Santa Catarina (2), Mato Grosso do Sul (1), Minas Gerais (1), Paraíba (1), Pernambuco (1) e Rondônia (1) são os outros Estados com pacientes considerados suspeitos.

Mais de 2.300 casos da nova gripe já foram confirmados em 24 países, a maioria no México e nos Estados Unidos. A nova doença ainda não teve nenhum caso registrado no Brasil.

Na quarta-feira, o País recebeu os kits para a realização de exames laboratoriais da nova gripe. De acordo com o Ministério da Saúde, com esse material os resultados devem sair a partir deste sábado .

Os primeiros kits foram encaminhados para os laboratórios do Instituto Adolfo Lutz , em São Paulo, e Fundação Oswaldo Cruz , no Rio de Janeiro. Também serão enviados kits ao Instituto Evandro Chagas, em Belém.

O Gabinete Permanente de Emergências do ministério alterou na semana passada a definição de caso suspeito e em monitoramento, a fim de ampliar a vigilância da circulação do vírus no País. De acordo com a nova classificação, são consideradas suspeitas de ter a doença pessoas provenientes de qualquer área dos países com confirmação de casos que apresentem sintomas da gripe ou que tenham tido contato próximo com pessoas infectadas.

Na última segunda-feira, o Ministério da Saúde pediu ao governo a liberação de uma verba adicional de R$ 141 milhões para intensificar as ações contra a doença no Brasil.

Leia também:

Entenda a "gripe suína"

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG