O Ministério da Saúde confirmou 4 novos casos de infecção pelo vírus Influenza A (H1N1), nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Tocantins neste sábado (6/6). Com os novos casos registrados, o total de confirmados no país chega a 35, além de 35 casos suspeitos.


Um paciente de São Paulo e um do Rio de Janeiro estiveram no exterior. Todos estão em isolamento domiciliar e passam bem. Outro caso de São Paulo tem o seu local provável de infecção em investigação, pois esteve no exterior e contato próximo, no Brasil, com outra pessoa diagnosticada com a doença. O paciente também está em isolamento domiciliar e passa bem.

O paciente de Tocantins teve contato próximo de outra pessoa diagnosticada com a doença anteriormente, que foi infectada no exterior. Trata-se, portanto, de um caso autóctone (quando a transmissão ocorre dentro do país).

Mesmo com a detecção de nove casos de transmissão autóctone, o Ministério da Saúde considera que a transmissão no Brasil é limitada, sem evidências de transmissão sustentada do vírus de pessoa a pessoa, tendo em vista que todos esses casos têm vínculo epidemiológico com casos importados.

Por medida de precaução, o Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde do Estado de Santa Catarina e a Secretaria Municipal de Florianópolis decidiram, conjuntamente, recomendar a suspensão das atividades de uma creche na capital do Estado.

Uma das alunas teve a confirmação da doença nesta sexta-feira (5/6). A paciente é contato próximo de um caso confirmado anteriormente, procedente do exterior. Ela está em isolamento domiciliar e passa bem. Ela divide seu espaço de atividades com outras 19 crianças. A suspensão é indicada até o fim dos sintomas da doença.

De acordo com o Ministério, todas as crianças e funcionários, bem como seus contatos próximos, estão sendo monitorados pelas autoridades de saúde estaduais e municipais. O mesmo monitoramento será adotado para outras pessoas que tiveram contato com a paciente, independentemente do ambiente de trabalho.

Casos

Os casos foram registrados nos estados de São Paulo (15), Rio de Janeiro (8), Santa Catarina (5), Mato Grosso (2), Tocantins (3), Minas Gerais (1) e Rio Grande do Sul (1).

Há, além dos confirmados, Outros 35 casos suspeitos de Influenza A (H1N1). Os casos suspeitos estão nos estados de São Paulo (13), Minas Gerais (5), Paraná (4), Rio de Janeiro (3), Rio Grande do Norte (2), Rondônia (2), Distrito Federal (2), Espírito Santo (2), Tocantins (2), Pernambuco (1), Santa Catarina (1) e Goiás (2). Até o momento, 401 casos foram descartados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.