RIO DE JANEIRO - No Brasil já há 25 doentes hospitalizados com suspeita de terem contraído a gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/04/30/oms+decide+mudar+nome+da+gripe+suina+5867916.html target=_toprebatizada de gripe A). Outros 36 estão sendo observados, confirmou nesta segunda-feira o Ministério da Saúde.

Os casos suspeitos estão sendo acompanhados nos Estados de São Paulo (10 casos), Minas Gerais (4), Rio de Janeiro (3), Distrito Federal (2), Tocantins (2), Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina (1 caso cada).

Esse aumento aconteceu porque, desde a última sexta-feira, dia 1º, a definição para "caso suspeito" e "em monitoramento" foi alterada pelo ministério. A mudança ocorreu devido ao maior número de casos da doença em todo o mundo.

Agora, passam a ser consideradas como suspeitas de terem contraído a doença as pessoas que vieram de qualquer lugar com a confirmação de casos da gripe A H1N1. Além disso, elas devem apresentar os sintomas ou terem tido contato com pessoas infectadas. Antes, eram consideradas suspeitas de terem a doença apenas aquelas que vieram de áreas infectadas.

Após a mudança de definição, também vão ser monitoradas as pessoas que tiverem os sintomas compatíveis com a doença, tendo elas vindo de países afetados, ou não.

A lista de pacientes em estado de observação e de pessoas com sintomas que não estiveram em países com casos diminuiu para oito.

No total, foram descartadas outras 60 pessoas que tinham sido inicialmente catalogadas em uma dessas duas listas, segundo o boletim diário do Ministério da Saúde.

Leia também:


Entenda a gripe suína

Gripe suína no Brasil

Leia mais sobre: gripe suína

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.