Ministério da Integração libera R$ 45 milhões para Santa Catarina

BRASÍLIA ¿ O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, liberou nesta quinta-feira R$ 45 milhões destinados ao Estado de Santa Catarina. Os recursos são provenientes da Medita Provisória 448, baixada em 26 de novembro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após os desastres ocorridos em Santa Catarina.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |


Acordo Ortográfico De acordo com o ministério, o dinheiro será aplicado na recuperação de ruas, reconstrução de casas, escolas, postos de saúde, coleta de lixo e demais obras necessárias para o retorno à normalidade nos municípios catarinenses afetados por enchentes, enxurradas e deslizamentos.

No início da tarde, a Defesa Civil Nacional recebeu o plano de trabalho do Governo de Santa Catarina, contendo as principais ações e os municípios mais atingidos. O documento, no qual foram listados 65 municípios, foi fundamental para que o Ministério definisse o valor liberado nessa primeira etapa.

Fizemos um grande esforço para liberar essa primeira parcela o mais rápido possível. Mesmo em situações dolorosas como essa em Santa Catarina, temos que liberar os recursos como manda a lei. O Governo e o povo brasileiro têm que saber em que esses investimentos serão realmente aplicados, afirmou o ministro.

O Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), disponibilizou para Santa Catarina 515,2 toneladas de alimentos; 9,7 mil kits de limpeza; 60 rolos de lona para abrigo; 12 mil toalhas, travesseiros e cobertores; e 22 mil colchões. Além de 180 kits de medicamentos em parceria com o Ministério da Saúde.

MP 448

A MP autorizou recursos extraordinários para ações em áreas de calamidade pública: R$ 720 milhões foram destinados para atividades de Defesa Civil; R$ 350 milhões para recuperação de portos; R$ 280 milhões para recuperação de estradas; 150 milhões para ações das Forças Armadas e R$ 100 milhões para ações de saúde.

Além desses recursos orçamentários, outros R$ 370 milhões serão oriundos do Ministério da Fazenda para o governo estadual de Santa Catarina, por meio de títulos públicos.

Leia também:

Leia mais sobre: Santa Catarina

    Leia tudo sobre: santa catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG