Minis e musselina invadem a Semana da Moda de Nova York

Minivestidos justíssimos e musselina em todas as cores do arco-íris invadiram a Semana de Moda Primavera-Verão de Nova York nesta quinta-feira, marcada também pelo otimismo dos estilistas para tentar sair da crise econômica.

AFP |

Embora os desfiles mais esperados só vão acontecer no sábado, a conhecida multidão de clientes, imprensa, compradores e patrocinadores já estava de pé nas primeiras horas do dia, em frente às tendas do Bryant Park, em Manhattan.

Abrindo os desfiles, o nova-iorquino Michael Angel, que mostrou uma coleção de minivestidos de cintura marcada, sem manga ou com dragonas (enfeite nos ombros), grande tendência das últimas temporadas. As cores eram alegres, com vermelho vivo e verde, misturados a tons escuros como preto, marrom e cinza.

A marca francesa baseada em Nova York, BCBG Max Azria, foi a segunda a se apresentar, desfilando também vestidos curtíssimos e justos com estampa de patchwork, multicolorida em algumas partes, lisa em outras. Apareceram também, mesmo que timidamente, cores em tons flúor, como amarelo, rosa e verde, as queridinhas dos estilistas na temporada de verão.

A cor foi o prato do dia em Nova York, segundo pesquisa realizada pelo influente periódico Women's Wear Daily, onde estilitas escolheram suas cinco cores preferidas: violeta, amarelo, turquesa, coral e vermelho. No fim da lista apareciam o bege, o verde-oliva e o azul-petróleo.

O espírito desta moda alegre apareceu também nas coleções da nova geração, como Mara Hoffman, Nicholas K e Whitney Eve. Nicholas K apresentou vestidos plissados combinados com jaquetas leves ou coletes para encarar os ventos frescos da meia-estação. Para os homens, jaquetas de linha em cinza, laranja e bege.

A jovem Whitney Eve apresentou provocantes vestidos-camisa com jaquetas curtas com detalhes fortes nos ombros. O destaque da linha praia foi uma camisa sem mangas sobre um short de cetim em um verde vibrante, laranja ou violeta.

Nos cabelos, coques despenteados no topo da cabeça, tendência de beleza, e no pescoço e nãs mãos, bolsas pequenas em cores metalizadas. Nos pés apareceram sapatos masculinos em preto e branco, fazendo contraste com os tecidos leves e coloridos das roupas, dando um ar moderno e muito jovem ao desfile.

Com a tendência dos holofotes sobre a moda masculina, dois novos estilistas, Philip Lim e Alexander Wang, planejam desfiles masculinos separados durante a Semana de Moda de Nova York.

Os fashionistas notívagos ganharam a Fashion's Night Out do prefeito Michael Bloomberg e apoiada por celebridades, incluindo a presidente da associação de estilistas dos Estados Unidos, Diane von Furstenberg, quando centenas de lojas ficarão abertas até tarde para encorajar o consumo em Nova York.

A indústria da moda emprega 175.000 nova-iorquinos e tem faturamento estimado em 10 bilhões de dólares em receita direta e indireta.

A camisa promocional da Fashion's Night Out será vendida por 30 dólares, com 40% da venda revertida para o fundo do Memorial do 11 de Setembro.

Entre os vários estilistas que vão apresentar sua coleções em Nova York estão Ralph Lauren, Donna Karan, Catherine Malandrino, o esperado Marc Jacobs, Georges Chakra, Narciso Rodriguez e Calvin Klein.

A Semana de Moda de Nova York é a primeira do calendário dos quatro maiores eventos da temporada, os desfiles de Milão, Londres e Paris.

rom/cr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG