Minc diz que Fundo para Amazônia terá US$ 900 mi

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, informou que o governo quer arrecadar um total de US$ 900 milhões no primeiro ano de funcionamento do fundo que será criado para preservar a floresta amazônica. Segundo Minc, o fundo será criado por decreto no dia 1º de agosto.

Agência Estado |

O ministro disse que a primeira doação ao fundo, de US$ 100 milhões, será da Noruega.

Minc assegurou que as contribuições de países estrangeiros ao fundo não representam ameaça à soberania do Brasil. "O fundo será regido por um conselho no qual os doadores não terão assento. Será um fundo soberano", afirmou.

Segundo o ministro, o próprio presidente Luiz Inácio Lula da Silva, num primeiro momento, chegou a mostrar preocupação em relação à participação de outros países no fundo. "Mas, quando ele viu que quem ia comandar o fundo eram entidades do governo e da sociedade civil e que o órgão executor seria o Banco Nacional de Desenvolvimento econômico e Social (BNDES), a preocupação se dissipou", disse Minc.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG