Minc anuncia medidas para conter desmatamento na Amazônia

BRASÍLIA - O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, anunciou nesta segunda-feira doze medidas para combater o avanço do desmatamento na área da Amazônia Legal. Além da divulgação da lista com os 100 maiores agentes de desmatamento da floresta, na qual o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), órgão ligado ao governo, ficou em primeiro lugar, Minc anunciou também a criação da Força Federal de Combate aos Crimes Ambientais.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Acordo Ortográfico

Segundo o ministro, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, está de acordo com a proposta e, em janeiro, deve enviar ao Congresso Nacional uma medida provisória criando o comando para operações ambientais. O efetivo será inicialmente de três mil agentes, chamados oficiais ambientais federais.

Agora que dobrou o índice de desmatamento em relação ao mês passado, pedimos este reforço substancial e o presidente disse sim, destacou.

Entre as demais medidas, está o Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal (PPCDAM) e o comitê interministerial de combate ao desmatamento. O grupo se reuniria de dois em dois meses para discutir sobre ações de prevenção e combate ao desmatamento. 

O ministério também pretende continuar ações de retirada de bois piratas em áreas de preservação ambiental, com próxima ação prevista para meados de outubro, em Rondônia.

Leia mais sobre: desmatamento

    Leia tudo sobre: desmatamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG