Minas e Rio têm mais acidentes fatais nas estradas

Mesmo com a lei seca e a tendência nacional de queda nos acidentes, Rio e Minas registraram aumento no número de mortes nas rodovias federais durante o Natal, em comparação com o mesmo período do ano passado. Um balanço parcial da Polícia Rodoviária Federal (PRF) fluminense mostra que 14 pessoas perderam a vida entre os dias 23 e 28.

Agência Estado |

A quantidade é quase 200% superior ao feriado de 2007 - entre os dias 21 e 26 -, quando houve 5 vítimas. Em Minas, 50 pessoas morreram nas estradas federais, ante 31 em 2007.

O aumento nas mortes nas rodovias fluminenses surpreendeu a PRF, uma vez que os acidentes subiram em uma proporção inferior - de 245 para 283 - e a quantidade de feridos permaneceu estável - 102 neste ano ante 100 em 2007. Situação oposta foi verificada nas rodovias de São Paulo. Um balanço preliminar da PRF paulista mostra que sete pessoas morreram entre os dias 20 e 27 - redução de 46% em relação aos mesmos dias do ano passado, quando houve 13 vítimas.

De acordo com Edson Varanda, chefe da Comunicação Social da PRF paulista, a lei seca foi um dos fatores que contribuíram para a redução. “Não podemos falar em uma única causa, mas com certeza é conseqüência de uma legislação mais rígida e do aumento na fiscalização”, disse. No Dia de Natal, seis motoristas foram autuados por dirigir embriagados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG