Miltantes do MST ocupam fazenda no interior paulista

Cerca de 80 sem-terra invadiram nesta madrugada a Fazenda Ponte Alta, no município de Agudos, na região de Bauru, interior paulista. Os ocupantes, incluindo mulheres e crianças, são militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST).

Agência Estado |

Eles justificaram a invasão alegando que a fazenda é improdutiva, segundo a polícia.

A ocupação foi pacífica. Depois que os sem-terra entraram na área, a Polícia Militar enviou dois soldados ao local. "Eles estão acompanhando toda a movimentação dos ocupantes", resumiu um PM, que não quis se identificar. Ele disse também que não há necessidade de mandar mais policiais para reforçar a segurança. "O clima é de tranquilidade", completou.

Os donos da fazenda, cujos nomes não foram revelados, já registraram boletim de ocorrência na delegacia de Agudos. Como o Fórum não funciona no fim de semana, eles devem entrar com ação de reintegração de posse na segunda-feira, segundo um investigador que também pediu anonimato. Localizada entre Agudos e Borebi, a Fazenda Ponte Alta tem 1.600 hectares. É a segunda vez que a propriedade é invadida. A primeira invasão ocorreu em 2008. A fazenda foi arrendada para uma usina de álcool e açúcar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG