Fitna - Brasil - iG" /

Militante islâmico divulga vídeo em resposta ao filme anti-Islã Fitna

Um militante islâmico divulgou um vídeo na internet como resposta ao polêmico filme Fitna, do deputado holandês de ultra-direita Geert Wilders, segundo um grupo de vigilância de sites islamitas.

AFP |

O vídeo que chama cristãos e judeus de terroristas foi disponibilizado na última quarta-feira em um fórum de discussões online ligado à rede Al-Qaeda, o Al-Ekhlaas, informou o grupo de inteligência americano SITE.

A mensagem do vídeo, de autor desconhecido, é intitulada "Uma resposta ao auto-intitulado filme 'Fitna', produzido pelo Cruzado do Ódio Wilders".

O vídeo de 10 minutos inclui imagens de cadáveres e corpos mutilados no Afeganistão, Iraque e no Vietnã, além dos territórios palestinos, de acordo com o SITE.

O militante islâmico diz perceber que "os inimigos reais do Islã são o presidente George W. Bush e o Papa Bento XVI". Ambos são insultados ao longo do vídeo.

O foco da "resposta" são as ações militares dos Estados Unidos no exterior, e inclui imagens de crianças vietnamitas atingidas por Napalm ou de morte e destruição em países muçulmanos acompanhadas de uma trilha sonora de soldados marchando.

Trechos do documentário "Jesus Camp", sobre o ressurgimento do fundamentalismo cristão nos EUA, também aparecem.

O vídeo retrata o profeta Maomé e o Islã de maneira positiva.

O filme "Fitna" ("Conflito" em árabe), que relaciona o Alcorão e os ataques terroristas, causou furor no mundo muçulmano.

bur/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG