A militância do PSDB continua pressionando a direção da legenda em São Paulo para que formalize até o final deste mês a candidatura de Geraldo Alckmin à Prefeitura da Capital. Para reafirmar a posição pela candidatura própria, representantes do movimento Tucanos Pró-São Paulo - A Cidade que Queremos organizam mais dois atos, um deles hoje, a partir das 19 horas, no Jardim Helena, na zona leste, e outro no dia 15, a partir das 19 horas, no Jardim Santa Helena, na zona sul.

A maior preocupação da militância tucana que vem organizando esses atos é com a formalização da candidatura do ex-governador, para que a legenda possa fechar as alianças partidárias que permitam maior sustentação política e mais tempo de publicidade eleitoral gratuita no rádio e na TV. O primeiro ato foi realizado em 27 de março e reuniu cerca de mil pessoas, entre filiados, membros dos diretórios zonais, parlamentares e simpatizantes.

Na avaliação desses militantes, a partir do momento em que a candidatura Alckmin está definida e já recebeu apoio formal de alguns integrantes da cúpula da legenda, como o presidente nacional da sigla, senador Sérgio Guerra (PE), e o presidente de honra, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, é fundamental correr contra o tempo, organizar a estratégia eleitoral, fechar as alianças políticas e dar início à corrida pela maior prefeitura do País. No último evento organizado pela militância estiveram representados 47 dos 52 diretórios zonais da agremiação na cidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.