Milionária que deixou a fortuna para sua cachorrinha tem testamento revisado

A imensa fortuna da magnata americana Leona Helmsley, que deixou 12 milhões de dólares para sua cachorrinha Trouble, também vai beneficiar outros cachorros, segundo revelou nesta quarta-feira o jornal The New York Times, citando pessoas ligadas ao testamento da Rainha da Maldade, como ela era conhecida.

AFP |

Quando a multimilionária do setor imobiliário morreu aos 87 anos, no ano passado, a imprensa foi informada que ela havia destinado sua fortuna (avaliada de 5 a 8 bilhões de dólares) a obras de caridade, fora os 12 milhões deixado para sua cachorrinha.

Mas, segundo o New York Times, uma "declaração" de duas páginas redigidas em 2003 e anexada ao testamento determina que as obras de beneficência devem se destinar ao cuidado e bem-estar dos cachorros em geral.

A princípio, a ex-dona do Empire State, o prédio mais alto de Nova York, havia destinado seu dinheiro aos indigentes e à proteção dos cães, no entanto, um ano depois, mudou de idéia e modificou o testamento, deixando todo o dinheiro para os cães e nada para os pobres.

Segundo o jornal, as pessoas encarregadas de executar a última vontade da finada estão preocupadas como dispor do dinheiro e temem uma reação de indignação da opinião pública.

Já no ano passado, quando Helmsley deserdou os dois netos em prol de Trouble, a cachorrinha foi alvo de ameaças de morte e foi preciso levá-la para um hotel de luxo na Flórida e colocá-la sob segurança especial.

Por outro lado, a fortuna em questão representa um montante pelo menos dez vezes superior ao das 7.381 organizações de proteção dos animais registradas na receita dos Estados Unidos.

A fortuna poderá ser destinada a financiar escolas veterinárias ou pesquisas de doenças que afetam os cachorros.

Uma juíza de Nova York decidiu no mês passado conceder 6 milhões dos 12 herdados por Trouble aos dois netos de Helsmley, alegando que ela não estava em seu pleno juízo ao redigir seu testamento.

No documento, a milionária explica o motivo de seus netos terem sido deserdados com a seguinte frase "Eles sabem por quê".

ltl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG