Miliciano Popeye é preso no rio

O miliciano Alexsander da Silva Monteiro, de 38 anos, conhecido como Popeye, foi preso nesta sexta-feira, em sua casa, em Santa Cruz da Serra, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. No local, os policiais encontraram uma oficina estruturada para manutenção de máquinas caça-níqueis.

Agência Estado |

Popeye é suspeito de ter liderado um ataque a um posto da Polícia Militar, há dois anos, em Itaboraí. Na ocasião, um PM morreu e outro ficou ferido. O criminoso, segundo a polícia, assumiu o comando da milícia de Campo Grande após a prisão do seu sócio Francisco César Silva de Oliveira, o Chico Bala, preso há menos de um mês.

Contra o miliciano, estão expedidos três mandados de prisão, dois por homicídio e um por porte ilegal de arma. Ele também está sendo indiciado por formação de quadrilha pela 1ª Vara Criminal de Campo Grande.

O preso atuava no gerenciamento das atividades de transportes alternativos, fornecimento de água, gás e TV paga, conhecida na região como "gatonet". Segundo os agentes, o Popeye cobrava cerca de R$ 50 por cada transporte alternativo da região, na Zona Oeste, de cerca de dois mil veículos, diariamente. Na sua casa, foram encontrados documentos de contabilidade desses serviços, além de uma peruca que ele usava para se disfarçar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG