Miliciano condenado há 12 anos é preso em Jacarepaguá

O ex-policial militar Waldomiro Monteiro da Silva, conhecido como Miro, integrante da milícia que atua em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, foi preso na última sexta-feira (dia 31), por policiais da Delegacia de Homicídios (DH-Centro). Ele está condenado a 12 anos de prisão pelo assassinato de um jovem, em 1997, naquela região.

Agência Estado |

De acordo com o delegado titular, Jader Amaral, os policiais localizaram o bandido através de uma denúncia de que ele estaria em uma padaria daquela área. Ainda segundo o delegado, Miro seria o matador da milícia. O delegado informou que o miliciano, apesar de expulso da instituição, usava a identificação militar para ser passar como integrante da corporação.

No seu carro, os agentes apreenderam uma pistola, uma metralhadora, três carregadores, 87 munições calibre 9 milímetros, uma touca ninja, três telefones celulares e um binóculos. Miro foi autuado em flagrante por porte ilegal de armas de uso restrito. Ele foi encaminhado para a Polinter, onde ficará à disposição da Justiça.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG